Expandir Player



Sua enciclopédia de rock progressivo

Participe tornando-se um seguidor

Receba atualizações via e-mail


Não temos links de downloads

Arkus, Neo-Prog, Netherlands

"Arkus" foi uma banda holandesa oriunda de Utrecht, formada em algum momento da década de 70, tendo uma boa atividade em shows ao vivo durante esse tempo. Em 1981 "Arkus"(com "Frans Smits" nos vocais/guitarra, "Ron Willems" na guitarra, "Jan-Henk Wiggelinkhuizen" no órgão e sintetizadores, "John Bouwman" no baixo/vocais e "Erik van Duin" na bateria/vocal) entrou nos estúdios SR em Bodegraven, trabalhando duro por seis dias, para gravar seu álbum de estréia com músicas inspiradas pelo poeta holandês "Bert Voeten". O resultado foi o álbum chamado de "1914", lançado como um trabalho independente.  Envolvido em uma atmosfera muito sensível, "Arkus" possui um trabalho orientado ao rock Sinfônico, com ênfase em toques de guitarra suave, solos melódicos e elaborados arranjos. Levemente parecido e influenciado por "Camel" com solos dramáticos em uma seção rítmica sólida em background. Os trabalhos de teclado de "Wiggelinkhuizen" ficam em segundo plano, assim, enchendo os espaços vazios para os guitarristas e ocasionalmente oferecendo algumas passagens prazerosas. Os agradáveis vocais em Inglês e a banda se entregam com coração e emoção em um estilo sensível. A banda logo foi abandonada pelo empresário com grandes dívidas financeiras em suas costas e isso acabou retardando sua carreira, embora tenha continuado tocando em concertos. Em 1993, num momento em que retornavam, "1914" foi reeditado em formato de CD pela "SI Músic" com duas faixas bônus gravadas em seus primeiros dias. Um CD Independente chamado "Win or Loose" (ganhar ou perder) surgiu em 1991, em 2003 um terceiro álbum, chamado "Two of a Kind", surgiu seguindo a mesma fórmula do segundo. Nenhum desses dois fizeram muito impacto, porém "Win or Loose" de 1991, em particular, parece ser um CD impossível de se encontrar atualmente. Parece que "Arkus" ainda é uma constante preocupação para os fãs, ao menos, se alguns comentários no YouTube podem ser confiáveis, este projeto no momento parece estar em segundo plano para os músicos envolvidos, infelizmente."Arkus" foi uma banda holandesa oriunda de Utrecht, formada em algum momento da década de 70, tendo uma boa atividade em shows ao vivo durante esse tempo. Em 1981 "Arkus"(com "Frans Smits" nos vocais/guitarra, "Ron Willems" na guitarra, "Jan-Henk Wiggelinkhuizen" no órgão e sintetizadores, "John Bouwman" no baixo/vocais e "Erik van Duin" na bateria/vocal) entrou nos estúdios SR em Bodegraven, trabalhando duro por seis dias, para gravar seu álbum de estréia com músicas inspiradas pelo poeta holandês "Bert Voeten". O resultado foi o álbum chamado de "1914", lançado como um trabalho independente. 

Envolvido em uma atmosfera muito sensível, "Arkus" possui um trabalho orientado ao rock Sinfônico, com ênfase em toques de guitarra suave, solos melódicos e elaborados arranjos. Levemente parecido e influenciado por "Camel" com solos dramáticos em uma seção rítmica sólida em background. Os trabalhos de teclado de "Wiggelinkhuizen" ficam em segundo plano, assim, enchendo os espaços vazios para os guitarristas e ocasionalmente oferecendo algumas passagens prazerosas. Os agradáveis vocais em Inglês e a banda se entregam com coração e emoção em um estilo sensível.
"Arkus" foi uma banda holandesa oriunda de Utrecht, formada em algum momento da década de 70, tendo uma boa atividade em shows ao vivo durante esse tempo. Em 1981 "Arkus"(com "Frans Smits" nos vocais/guitarra, "Ron Willems" na guitarra, "Jan-Henk Wiggelinkhuizen" no órgão e sintetizadores, "John Bouwman" no baixo/vocais e "Erik van Duin" na bateria/vocal) entrou nos estúdios SR em Bodegraven, trabalhando duro por seis dias, para gravar seu álbum de estréia com músicas inspiradas pelo poeta holandês "Bert Voeten". O resultado foi o álbum chamado de "1914", lançado como um trabalho independente.  Envolvido em uma atmosfera muito sensível, "Arkus" possui um trabalho orientado ao rock Sinfônico, com ênfase em toques de guitarra suave, solos melódicos e elaborados arranjos. Levemente parecido e influenciado por "Camel" com solos dramáticos em uma seção rítmica sólida em background. Os trabalhos de teclado de "Wiggelinkhuizen" ficam em segundo plano, assim, enchendo os espaços vazios para os guitarristas e ocasionalmente oferecendo algumas passagens prazerosas. Os agradáveis vocais em Inglês e a banda se entregam com coração e emoção em um estilo sensível. A banda logo foi abandonada pelo empresário com grandes dívidas financeiras em suas costas e isso acabou retardando sua carreira, embora tenha continuado tocando em concertos. Em 1993, num momento em que retornavam, "1914" foi reeditado em formato de CD pela "SI Músic" com duas faixas bônus gravadas em seus primeiros dias. Um CD Independente chamado "Win or Loose" (ganhar ou perder) surgiu em 1991, em 2003 um terceiro álbum, chamado "Two of a Kind", surgiu seguindo a mesma fórmula do segundo. Nenhum desses dois fizeram muito impacto, porém "Win or Loose" de 1991, em particular, parece ser um CD impossível de se encontrar atualmente. Parece que "Arkus" ainda é uma constante preocupação para os fãs, ao menos, se alguns comentários no YouTube podem ser confiáveis, este projeto no momento parece estar em segundo plano para os músicos envolvidos, infelizmente.
Win or Loose 1991
A banda logo foi abandonada pelo empresário com grandes dívidas financeiras em suas costas e isso acabou retardando sua carreira, embora tenha continuado tocando em concertos. Em 1993, num momento em que retornavam, "1914" foi reeditado em formato de CD pela "SI Músic" com duas faixas bônus gravadas em seus primeiros dias. Um CD Independente chamado "Win or Loose" (ganhar ou perder) surgiu em 1991, em 2003 um terceiro álbum, chamado "Two of a Kind", surgiu seguindo a mesma fórmula do segundo. Nenhum desses dois fizeram muito impacto, porém "Win or Loose" de 1991, em particular, parece ser um CD impossível de se encontrar atualmente.
"Arkus" foi uma banda holandesa oriunda de Utrecht, formada em algum momento da década de 70, tendo uma boa atividade em shows ao vivo durante esse tempo. Em 1981 "Arkus"(com "Frans Smits" nos vocais/guitarra, "Ron Willems" na guitarra, "Jan-Henk Wiggelinkhuizen" no órgão e sintetizadores, "John Bouwman" no baixo/vocais e "Erik van Duin" na bateria/vocal) entrou nos estúdios SR em Bodegraven, trabalhando duro por seis dias, para gravar seu álbum de estréia com músicas inspiradas pelo poeta holandês "Bert Voeten". O resultado foi o álbum chamado de "1914", lançado como um trabalho independente.  Envolvido em uma atmosfera muito sensível, "Arkus" possui um trabalho orientado ao rock Sinfônico, com ênfase em toques de guitarra suave, solos melódicos e elaborados arranjos. Levemente parecido e influenciado por "Camel" com solos dramáticos em uma seção rítmica sólida em background. Os trabalhos de teclado de "Wiggelinkhuizen" ficam em segundo plano, assim, enchendo os espaços vazios para os guitarristas e ocasionalmente oferecendo algumas passagens prazerosas. Os agradáveis vocais em Inglês e a banda se entregam com coração e emoção em um estilo sensível. A banda logo foi abandonada pelo empresário com grandes dívidas financeiras em suas costas e isso acabou retardando sua carreira, embora tenha continuado tocando em concertos. Em 1993, num momento em que retornavam, "1914" foi reeditado em formato de CD pela "SI Músic" com duas faixas bônus gravadas em seus primeiros dias. Um CD Independente chamado "Win or Loose" (ganhar ou perder) surgiu em 1991, em 2003 um terceiro álbum, chamado "Two of a Kind", surgiu seguindo a mesma fórmula do segundo. Nenhum desses dois fizeram muito impacto, porém "Win or Loose" de 1991, em particular, parece ser um CD impossível de se encontrar atualmente. Parece que "Arkus" ainda é uma constante preocupação para os fãs, ao menos, se alguns comentários no YouTube podem ser confiáveis, este projeto no momento parece estar em segundo plano para os músicos envolvidos, infelizmente.
1914 LP
Parece que "Arkus" ainda é uma constante preocupação para os fãs, ao menos, se alguns comentários no YouTube podem ser confiáveis, este projeto no momento parece estar em segundo plano para os músicos envolvidos, infelizmente.


DISCOGRAFIA:
1981 - 1914
1991 - Win or Loose
2003 - Two of a Kind




1914 1981
"Arkus" foi uma banda holandesa oriunda de Utrecht, formada em algum momento da década de 70, tendo uma boa atividade em shows ao vivo durante esse tempo. Em 1981 "Arkus"(com "Frans Smits" nos vocais/guitarra, "Ron Willems" na guitarra, "Jan-Henk Wiggelinkhuizen" no órgão e sintetizadores, "John Bouwman" no baixo/vocais e "Erik van Duin" na bateria/vocal) entrou nos estúdios SR em Bodegraven, trabalhando duro por seis dias, para gravar seu álbum de estréia com músicas inspiradas pelo poeta holandês "Bert Voeten". O resultado foi o álbum chamado de "1914", lançado como um trabalho independente.  Envolvido em uma atmosfera muito sensível, "Arkus" possui um trabalho orientado ao rock Sinfônico, com ênfase em toques de guitarra suave, solos melódicos e elaborados arranjos. Levemente parecido e influenciado por "Camel" com solos dramáticos em uma seção rítmica sólida em background. Os trabalhos de teclado de "Wiggelinkhuizen" ficam em segundo plano, assim, enchendo os espaços vazios para os guitarristas e ocasionalmente oferecendo algumas passagens prazerosas. Os agradáveis vocais em Inglês e a banda se entregam com coração e emoção em um estilo sensível. A banda logo foi abandonada pelo empresário com grandes dívidas financeiras em suas costas e isso acabou retardando sua carreira, embora tenha continuado tocando em concertos. Em 1993, num momento em que retornavam, "1914" foi reeditado em formato de CD pela "SI Músic" com duas faixas bônus gravadas em seus primeiros dias. Um CD Independente chamado "Win or Loose" (ganhar ou perder) surgiu em 1991, em 2003 um terceiro álbum, chamado "Two of a Kind", surgiu seguindo a mesma fórmula do segundo. Nenhum desses dois fizeram muito impacto, porém "Win or Loose" de 1991, em particular, parece ser um CD impossível de se encontrar atualmente. Parece que "Arkus" ainda é uma constante preocupação para os fãs, ao menos, se alguns comentários no YouTube podem ser confiáveis, este projeto no momento parece estar em segundo plano para os músicos envolvidos, infelizmente.
FAIXAS:
1. Ouverture (4:09)
2. Life (7:34)
3. Scared (6:38)
4. No Chance (8:19)
5. Adorable Woman (6:06)
6. 1914 (5:40)
Total time 38:26
CD edition bonus tracks:
7. Repudiation (5:37)
8. Don't break the silence (7:30)
Total Time: 51:46

MEMBROS:
- Frans Smits / vocals, guitars
- Ron Willems / guitars
- Jan-Henk Wiggelinkhuizen / strings, organ, synthesizers
- John Bouwman / bass, vocals
- Erik van Duin / drums, percussion, vocals




Two of a Kind 2003
"Arkus" foi uma banda holandesa oriunda de Utrecht, formada em algum momento da década de 70, tendo uma boa atividade em shows ao vivo durante esse tempo. Em 1981 "Arkus"(com "Frans Smits" nos vocais/guitarra, "Ron Willems" na guitarra, "Jan-Henk Wiggelinkhuizen" no órgão e sintetizadores, "John Bouwman" no baixo/vocais e "Erik van Duin" na bateria/vocal) entrou nos estúdios SR em Bodegraven, trabalhando duro por seis dias, para gravar seu álbum de estréia com músicas inspiradas pelo poeta holandês "Bert Voeten". O resultado foi o álbum chamado de "1914", lançado como um trabalho independente.  Envolvido em uma atmosfera muito sensível, "Arkus" possui um trabalho orientado ao rock Sinfônico, com ênfase em toques de guitarra suave, solos melódicos e elaborados arranjos. Levemente parecido e influenciado por "Camel" com solos dramáticos em uma seção rítmica sólida em background. Os trabalhos de teclado de "Wiggelinkhuizen" ficam em segundo plano, assim, enchendo os espaços vazios para os guitarristas e ocasionalmente oferecendo algumas passagens prazerosas. Os agradáveis vocais em Inglês e a banda se entregam com coração e emoção em um estilo sensível. A banda logo foi abandonada pelo empresário com grandes dívidas financeiras em suas costas e isso acabou retardando sua carreira, embora tenha continuado tocando em concertos. Em 1993, num momento em que retornavam, "1914" foi reeditado em formato de CD pela "SI Músic" com duas faixas bônus gravadas em seus primeiros dias. Um CD Independente chamado "Win or Loose" (ganhar ou perder) surgiu em 1991, em 2003 um terceiro álbum, chamado "Two of a Kind", surgiu seguindo a mesma fórmula do segundo. Nenhum desses dois fizeram muito impacto, porém "Win or Loose" de 1991, em particular, parece ser um CD impossível de se encontrar atualmente. Parece que "Arkus" ainda é uma constante preocupação para os fãs, ao menos, se alguns comentários no YouTube podem ser confiáveis, este projeto no momento parece estar em segundo plano para os músicos envolvidos, infelizmente.
FAIXAS:
1. Grand Overture (4:19)
2. Urban Traffic (5:00)
3. Beautifull Faces (5:20)
4. Mystic (5:11)
5. Working Day (5:18)
6. Crescendo (4:44)
7. Warzone (5:01)
8. Impact (4:18)
9. Dream (4:34)
10. Out of India (4:18)
Total Time: 48:00

MEMBROS:
- Ron Willems / keyboards, guitars
- Erik van Duin / drums, percussion

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo !
Comente, opine, se expresse! esse espaço é seu!

Total de visualizações de página