Expandir Player



Sua enciclopédia de rock progressivo

Participe tornando-se um seguidor

Receba atualizações via e-mail


Não temos links de downloads

Ad Maiora, Rock Progressivo Italiano,Italy


Ad Maiora (expressão latina cuja tradução literal é “Rumo a coisas maiores”, também utilizado como uma forma de saudação e de desejar sucesso no trabalho, na escola, carreira ou amor) é um grupo formado em Milão, Itália, em janeiro de 2009 como  um projeto de Rock Progressivo. No dia 30 de Abril  de  2010 o grupo formado po  Enzo Giardina (bateria), Flavio Carnovali (guitarra), Moreno Piva (baixo e violao clássico) e Sergio Caleca (teclados) se apresenta em Olgiate Olona em seu primeiro Concerto. Em Dezembro de 2011 Paolo Callioni junta-se a eles nos vocais o que dá nova energia ao grupo.




Os primeiros cinco anos serviram para a contribuição na faixa “Whaling 

Stories" em um álbum tributo ao Procol Harum da Mellow Records chamado “Shine on Magic Hotel”, bem como apoio a outros eventos progressivos junto com as bandas italianas Ubi Maior e Shylock. Com diferentes experiências musicais pode-se dizer que nunca deixaram de acreditar no poder de comunicação extraordinário do gênero progressivo. 



Passaram o periodo de 2009 a novembro 2013  escrevendo as suas próprias composições que fazem parte de seu álbum de estréia 'Ad Maiora!' lançado no dia 14 de Janeiro de 2014. A banda descreve sua música como “original - em todos os sentidos", e quando se ouve o seu álbum de estreia certamente dá para se perceber isso.
 Predominantemente instrumental, com uma forte presença do pulsante baixo, teclados deslumbrantes, percussão confiante, belas execuções da guitarra acústica e elétrica e emocionantes e ocasionais vocais em um belo inglês, a quantidade e a  variedade de estilos e influencias sem perda da originalidade é imediatamente perceptível.
Ad Maiora não está simplesmente amarrado a características tradicionais  (apesar de que uma série de faixas na segunda metade do disco apresenta a  grandiosidade clássica e  teclados selvagens),  incorporando uma ampla gama de  influências  de bandas como o CAMEL,KING CRIMSON,GENTLE GIANT, YES,PINK FLOYD,PREMIATA OU BANCO sómente para citar alguns, com pequenos traços de ELP e GENESIS, bem como bandas italianas como PHOENIX AGAIN e LOST TALES que tocam em vários estilos.








UMA PEQUENA RESENHA SOBRE O SEU PRIMEIRO DISCO



A faixa de abertura “Diatriba” é uma peça instrumental repleta de energia escura que remete a Goblin, uma introdução furiosa e confiante apresentando teclados vintage, um baixo poderoso e onipresente, uma guitarra excelente e no seu minuto final particularmente lembra muito os melhores tempos do ELP.Na sequencia vêm uma outra faixa instrumental “Sugo Dance” com um sabor do Mediterrâneo e um ritmo contagiante. A mais dark “Dream” é o terceiro instrumental que se segue com riffs agressivos de guitarra e um baixo implacável e hipnótico com  toques exóticos que te carregam para um ambiente das 1001 noites  o que leva em sequencia até “Eclissi Orientale” onde a musica e as letras retratam a atmosfera e as cores do bazar na cidade de Agaba e ao nascer do Sol junto ao Mar Vermelho finalizando com o por do Sol no deserto. A influencia de Goblin pode ser notada também na faixa seguinte “ Nulla Intenso”, uma construção sinfônica grandiosa graças a sintetizadores pulsantes e emocionais e solos de guitarra muito bem colocados, em síntese:um instrumental fascinante com atmosferas de pesadelo. Depois disso temos a calma aparente de “Strange” uma balada melancólica com uma linda introdução de piano, a voz de Paolo evocando Andy Latimer e um clímax com um solo de guitarra de cortar o coração apoiado por um belo Hammond, onde um tema sobre um homem assombrado por loucos sonhos com os fantasmas de seu passado nos faz refletir como é doloroso para ele mudar o seu estilo de vida. Em seguida temos um complexo e longo instrumental “Menate”, uma mistura agradabilíssima de diferentes atmosferas, com diferenças de humor e mudanças de tempo, tudo perfeitamente entrelaçado apresentando uma nítida influencia de Banco e talvez um pouco de PFM  que nos levam a uma das maiores surpresas desse disco e o único tema que não é uma composição original deles, “Summertime” de George e Ira Gershwin com belos vocais, um lindo solo de guitarra elétrica, um baixo agressivo e um piano jazzístico com quebras de ritmo em um belo arranjo que a transforma em um jazz progressivo por excelência. “Corolla” é uma outra excelente peça com influencias clássicas que parece evocar uma alegre e colorida celebração de primavera. Para concluir este excepcional disco temos “No More War” em que uma guitarra chorosa intermediando os vocais aliada aos sintetizadores sinfônicos temperamentais em uma plataforma musical perfeita para o brilho do baixista Piva fazem com  que retornem as atmosferas do Oriente Médio onde a musica e as letras retratam uma manhã de inverno ensolarado e uma tarde de sol no lago (uma paisagem iraquiana) sem esquecer também da futlidade de conflitos provocados pelo homem; um belo mellotron em sua conclusão mostra que ao final de tudo pode-se colocar as crianças para dormir e esquecer por alguns momentos as sombras ameaçadoras da guerra que ainda assola as encantadoras paisagens desse local. Ao final onde tudo parece ter terminado e após quase um minuto de silencio ouve-se “Exit” uma surpreendente conclusão a esse maravilhoso álbum.













Penso que o Ad Maiora, esta madura e talentosa banda que apresenta uma musica progressiva suprema e refinada ainda nos presenteará com belos álbuns no futuro. Este seu primeiro álbum é deslumbrante, feito como se fosse por um mestre artesão, com criatividade temática, melodias memoráveis e riqueza rítmica. Um dos melhores grupos que apareceram recentemente no cenário italiano.

Ad Maiora! 2014


FAIXAS:
1. Diatriba (5:25)
2. Sugo Dance (6:50)
3. Dream (5:03)
4. Eclissi Orientale (6:36)
5. Nulla Intenso (6:15)
6. Strange (6:55)
7. Menate (10:50)
8. Summertime (5:06)
9. Corolla (8:07)
10. No More War (7:19)
Total Time 68:30

MEMBROS:
- Enzo Giardina / drums
- Flavio Carnovali / electric guitar
- Moreno Piva / bass, classical guitar
- Paolo Callioni / vocals
- Sergio Caleca / keyboards
+
Recorded in Milano, Italy / Flavio Carnovali
Mastering & mixing / Jan Caleca - O.L.M Studios
Artwork, graphics / Sergio Caleca


14 comentários:

  1. Excelente sua resenha, Vinício, parabéns!. Realmente esse grupo me impressionou muito, e o disco deles com certeza é um dos melhores do ano passado. E que venham outras pérolas, é o desejam nós fans incondicionais do Prog Italiano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço pelo seu comentario Marcelo, vindo de um especialista em prog italiano mostra que o meu esforço valeu a pena

      Excluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Thanks a lot :-)
    Paolo (Ad Maiora)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paolo thank you. I am very glad you appreciated my work. The music of the Ad maiora is very inspiring. I look forward to the next job.

      Excluir
  4. Recebi este email de Paolo, vocalista do Ad Maiora...."
    Paolo Callioni
    11 de maio de 2015
    Hi Vinicio.
    I'm having problems in loggin in your blog, so I answer by e - mail. And it's just to thank you (and Marcelo) for your kind words... music is just an hobby for us and so is quite surprising (for me at least) that someone listen to it and love it. Never, even in my wildest dreams, I'd have imagined that someone outside Italy (or better outside Milan area) would have enjoyed our music, so thank you for making me feel a far better singer than I actually am :-).

    And for the new work... we're recording right now and we hope to have it finished by the end of this year (we're doing it ourselvers, so the risk is that the recording and mastering will take some time). I hope people will like. We'll see.

    Best regards

    ResponderExcluir
  5. Vinicio, que bela resenha!


    Senti como se você nos pegasse pela mão, nos guiando na descoberta desse disco surpreendente, de sonoridade ousada, arranjos ambiciosos de muita complexidade instrumental e um vocal maravilhoso...


    Um álbum de estréia muito sofisticado, com uma qualidade instrumental dos músicos da banda impressionante!


    Ad Maiora com toda certeza vai nos proporcionar muitos momentos de beleza sonora nos próximos projetos.


    Sempre é muito gratificante compartilhar de suas descobertas, Vinicio... Adorei te visitar por aqui! 

    Abraço!

    Themys

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei imensamente feliz com o seu comentário querida Themys. Isso faz com que a gente sinta que o nosso trabalho vale a pena

      Excluir
    2. Só agora vi sua resposta, rs Fiz a maior confusão para postar o comentário, postei o mesmo umas três vezes kkkk Avise quando fizer novas resenhas, terei o imenso prazer de vir aqui prestigiar! Um abraço!

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Novo email de Paolo Callioni recebido em 02/10/2015 "Hello Vinicio, nice to hear you.
    thank you for putting my mail on your pubblication, which by the way is already on our site (check here http://www.admaioraprog.tk/ on the Reviews link :-) ), but if you have a banner send it to me, I'll ask Sergio to put it on the "links" section.
    The recording of the tracks is done, now we're working on the mix. We hoped to have the record done by october, but it's going to take a little more... maybe by the end of the year (as I said, we have "real" jobs and families, music is and remains our hobby)... what can I say... we're happy with the result, we hope people will like it.

    Ciao"

    ResponderExcluir
  9. Ótima resenha amigo Vinício. Realmente AD MAIORA vem nos mostrar um primor de trabalho musical, confirmando mais uma vez, o que todos nós amantes do Rock, estamos fartos de saber: A Itália é um manancial inesgotável de bandas de excelente qualidade de Rock progressivo
    Valeu! parceiro. Forte e grande abraço !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Armando pelo seu comentário.Em breve publicarei aqui a resenha sobre o novo álbum deles.

      Excluir

Seu comentário é sempre bem vindo !
Comente, opine, se expresse! esse espaço é seu!

Total de visualizações de página