Expandir Player



Sua enciclopédia de rock progressivo

Participe tornando-se um seguidor

Receba atualizações via e-mail


Não temos links de downloads

Aquila, Jazz Rock/Fusion, Chile

"Aquila" (não confundir com a banda galesa de crossover prog com o mesmo nome) foi uma banda chilena de jazz rock fusion formada em 1973 pelo jovem compositor e vibrafonista "Guillermo Riffo", a banda ficou conhecida na história como o primeiro projeto substantivo no encontro do jazz com a música popular chilena. Como uma legítima banda híbrida, "Aquila" encontrou seu papel em uma variação de estilos no ponto de vista criativo, apesar da banda não sobreviver por muito tempo, essa fusão tornou-se um dos ramos mais fortes nos últimos 30 anos. Desde 1965, aos 19 anos, "Guillermo Riffo" já participava na seção de percussão da Orquestra Sinfônica do Chile. Em 1969 fundou o Grupo de Percussão da Universidade Católica e em 1971 ele já estava fazendo experimentações jazzísticas com o vibrafone (instrumento de percussão melódico), em conjunto com os irmãos "Roberto Lecaros" e "Mario Lecaros", seguindo a influência de seus clássicos ídolos como "Lionel Hampton", "Red Norvo" e "Milt Jackson". "Guillermo Riffo" em sua movimentação constante com a redescoberta da música popular, levou-o a encontrar-se com o baterista "Sergio Melli", que havia tocado até 1969 com os "Lecaros" no grupo "Village jazz group Trio".  Como o epicentro de músicos que frequentavam a casa do pianista "Matias Pizarro" foi a fortaleza de "Riffo" e "Melli" para organizar e criar a "Aquila", desenvolvida no Rosso Nero Apumaque Shopping, que abriu espaços para o jazz às segundas-feiras e cujos proprietários foram "Melli" e o cantor pop "Paolo Salvatore". Em 1973, "Aquila" foi concluída como um quinteto e com uma diversidade de influências. Baseado no vibrafone de "Riffo", cuja influência foi na música clássica, e de fundo "Sergio Melli", baterista da geração do jazz moderno, e também teve a adição do saxofonista "Sandro Salvatti", pianista "Guillermo Olivares" (que até 1972 foi membro da banda de rock "Embrujo") e o baixista "Williams Miño" (com experiência em música popular). "Aquila" lançou seu único álbum auto-intitulado em 1974, através do selo "Alba", incorporando composições em sua maioria pertencentes ao "Riffo", bem como criações de outros membros do quinteto e peças do jazz moderno de "Pharoah Sanders" e "Herbie Hancock". A banda acabou rapidamente depois de algumas aparições contra o toque de recolher da cidade. Embora, como foi observado por "Alvaro Menanteau", musicólogo chileno, em seu livro "História do Jazz no Chile" de 2003, nesse curto espaço de tempo, a "Aquila" atingiu uma categoria fundamental na linha de misturas da música instrumental. Após a queda da cortina, "Guillermo Riffo" continuou a desenvolver a sua veia popular, musicalmente dirigiu o "Sexteto Hindetmith 76" (formado em 1973), mergulhou na raiz da música popular e em seguida foi para o grupo "Latinomúsicaviva" (formado em 1978), mais um dos projetos significativos do homem latino americano. Recomendo.
"Aquila" (não confundir com a banda galesa de crossover prog com o mesmo nome) foi uma banda chilena de jazz rock fusion formada em 1973 pelo jovem compositor e vibrafonista "Guillermo Riffo", a banda ficou conhecida na história como o primeiro projeto substantivo no encontro do jazz com a música popular chilena. Como uma legítima banda híbrida, "Aquila" encontrou seu papel em uma variação de estilos no ponto de vista criativo, apesar da banda não sobreviver por muito tempo, essa fusão tornou-se um dos ramos mais fortes nos últimos 30 anos.
Desde 1965, aos 19 anos, "Guillermo Riffo" já participava na seção de percussão da Orquestra Sinfônica do Chile. Em 1969 fundou o Grupo de Percussão da Universidade Católica e em 1971 ele já estava fazendo experimentações jazzísticas com o vibrafone (instrumento de percussão melódico), em conjunto com os irmãos "Roberto Lecaros" e "Mario Lecaros", seguindo a influência de seus clássicos ídolos como "Lionel Hampton", "Red Norvo" e "Milt Jackson".
"Guillermo Riffo" em sua movimentação constante com a redescoberta da música popular, levou-o a encontrar-se com o baterista "Sergio Melli", que havia tocado até 1969 com os "Lecaros" no grupo "Village jazz group Trio". 
"Aquila" (não confundir com a banda galesa de crossover prog com o mesmo nome) foi uma banda chilena de jazz rock fusion formada em 1973 pelo jovem compositor e vibrafonista "Guillermo Riffo", a banda ficou conhecida na história como o primeiro projeto substantivo no encontro do jazz com a música popular chilena. Como uma legítima banda híbrida, "Aquila" encontrou seu papel em uma variação de estilos no ponto de vista criativo, apesar da banda não sobreviver por muito tempo, essa fusão tornou-se um dos ramos mais fortes nos últimos 30 anos. Desde 1965, aos 19 anos, "Guillermo Riffo" já participava na seção de percussão da Orquestra Sinfônica do Chile. Em 1969 fundou o Grupo de Percussão da Universidade Católica e em 1971 ele já estava fazendo experimentações jazzísticas com o vibrafone (instrumento de percussão melódico), em conjunto com os irmãos "Roberto Lecaros" e "Mario Lecaros", seguindo a influência de seus clássicos ídolos como "Lionel Hampton", "Red Norvo" e "Milt Jackson". "Guillermo Riffo" em sua movimentação constante com a redescoberta da música popular, levou-o a encontrar-se com o baterista "Sergio Melli", que havia tocado até 1969 com os "Lecaros" no grupo "Village jazz group Trio".  Como o epicentro de músicos que frequentavam a casa do pianista "Matias Pizarro" foi a fortaleza de "Riffo" e "Melli" para organizar e criar a "Aquila", desenvolvida no Rosso Nero Apumaque Shopping, que abriu espaços para o jazz às segundas-feiras e cujos proprietários foram "Melli" e o cantor pop "Paolo Salvatore". Em 1973, "Aquila" foi concluída como um quinteto e com uma diversidade de influências. Baseado no vibrafone de "Riffo", cuja influência foi na música clássica, e de fundo "Sergio Melli", baterista da geração do jazz moderno, e também teve a adição do saxofonista "Sandro Salvatti", pianista "Guillermo Olivares" (que até 1972 foi membro da banda de rock "Embrujo") e o baixista "Williams Miño" (com experiência em música popular). "Aquila" lançou seu único álbum auto-intitulado em 1974, através do selo "Alba", incorporando composições em sua maioria pertencentes ao "Riffo", bem como criações de outros membros do quinteto e peças do jazz moderno de "Pharoah Sanders" e "Herbie Hancock". A banda acabou rapidamente depois de algumas aparições contra o toque de recolher da cidade. Embora, como foi observado por "Alvaro Menanteau", musicólogo chileno, em seu livro "História do Jazz no Chile" de 2003, nesse curto espaço de tempo, a "Aquila" atingiu uma categoria fundamental na linha de misturas da música instrumental. Após a queda da cortina, "Guillermo Riffo" continuou a desenvolver a sua veia popular, musicalmente dirigiu o "Sexteto Hindetmith 76" (formado em 1973), mergulhou na raiz da música popular e em seguida foi para o grupo "Latinomúsicaviva" (formado em 1978), mais um dos projetos significativos do homem latino americano. Recomendo.Como o epicentro de músicos que frequentavam a casa do pianista "Matias Pizarro" foi a fortaleza de "Riffo" e "Melli" para organizar e criar a "Aquila", desenvolvida no Rosso Nero Apumaque Shopping, que abriu espaços para o jazz às segundas-feiras e cujos proprietários foram "Melli" e o cantor pop "Paolo Salvatore". Em 1973, "Aquila" foi concluída como um quinteto e com uma diversidade de influências. Baseado no vibrafone de "Riffo", cuja influência foi na música clássica, e de fundo "Sergio Melli", baterista da geração do jazz moderno, e também teve a adição do saxofonista "Sandro Salvatti", pianista "Guillermo Olivares" (que até 1972 foi membro da banda de rock "Embrujo") e o baixista "Williams Miño" (com experiência em música popular). "Aquila" lançou seu único álbum auto-intitulado em 1974, através do selo "Alba", incorporando composições em sua maioria pertencentes ao "Riffo", bem como criações de outros membros do quinteto e peças do jazz moderno de "Pharoah Sanders" e "Herbie Hancock". A banda acabou rapidamente depois de algumas aparições contra o toque de recolher da cidade. Embora, como foi observado por "Alvaro Menanteau", musicólogo chileno, em seu livro "História do Jazz no Chile" de 2003, nesse curto espaço de tempo, a "Aquila" atingiu uma categoria fundamental na linha de misturas da música instrumental. Após a queda da cortina, "Guillermo Riffo" continuou a desenvolver a sua veia popular, musicalmente dirigiu o "Sexteto Hindetmith 76" (formado em 1973), mergulhou na raiz da música popular e em seguida foi para o grupo "Latinomúsicaviva" (formado em 1978), mais um dos projetos significativos do homem latino americano. Recomendo.

Aquila 1974
"Aquila" (não confundir com a banda galesa de crossover prog com o mesmo nome) foi uma banda chilena de jazz rock fusion formada em 1973 pelo jovem compositor e vibrafonista "Guillermo Riffo", a banda ficou conhecida na história como o primeiro projeto substantivo no encontro do jazz com a música popular chilena. Como uma legítima banda híbrida, "Aquila" encontrou seu papel em uma variação de estilos no ponto de vista criativo, apesar da banda não sobreviver por muito tempo, essa fusão tornou-se um dos ramos mais fortes nos últimos 30 anos. Desde 1965, aos 19 anos, "Guillermo Riffo" já participava na seção de percussão da Orquestra Sinfônica do Chile. Em 1969 fundou o Grupo de Percussão da Universidade Católica e em 1971 ele já estava fazendo experimentações jazzísticas com o vibrafone (instrumento de percussão melódico), em conjunto com os irmãos "Roberto Lecaros" e "Mario Lecaros", seguindo a influência de seus clássicos ídolos como "Lionel Hampton", "Red Norvo" e "Milt Jackson". "Guillermo Riffo" em sua movimentação constante com a redescoberta da música popular, levou-o a encontrar-se com o baterista "Sergio Melli", que havia tocado até 1969 com os "Lecaros" no grupo "Village jazz group Trio".  Como o epicentro de músicos que frequentavam a casa do pianista "Matias Pizarro" foi a fortaleza de "Riffo" e "Melli" para organizar e criar a "Aquila", desenvolvida no Rosso Nero Apumaque Shopping, que abriu espaços para o jazz às segundas-feiras e cujos proprietários foram "Melli" e o cantor pop "Paolo Salvatore". Em 1973, "Aquila" foi concluída como um quinteto e com uma diversidade de influências. Baseado no vibrafone de "Riffo", cuja influência foi na música clássica, e de fundo "Sergio Melli", baterista da geração do jazz moderno, e também teve a adição do saxofonista "Sandro Salvatti", pianista "Guillermo Olivares" (que até 1972 foi membro da banda de rock "Embrujo") e o baixista "Williams Miño" (com experiência em música popular). "Aquila" lançou seu único álbum auto-intitulado em 1974, através do selo "Alba", incorporando composições em sua maioria pertencentes ao "Riffo", bem como criações de outros membros do quinteto e peças do jazz moderno de "Pharoah Sanders" e "Herbie Hancock". A banda acabou rapidamente depois de algumas aparições contra o toque de recolher da cidade. Embora, como foi observado por "Alvaro Menanteau", musicólogo chileno, em seu livro "História do Jazz no Chile" de 2003, nesse curto espaço de tempo, a "Aquila" atingiu uma categoria fundamental na linha de misturas da música instrumental. Após a queda da cortina, "Guillermo Riffo" continuou a desenvolver a sua veia popular, musicalmente dirigiu o "Sexteto Hindetmith 76" (formado em 1973), mergulhou na raiz da música popular e em seguida foi para o grupo "Latinomúsicaviva" (formado em 1978), mais um dos projetos significativos do homem latino americano. Recomendo.
FAIXAS:
01.Alba (5:37)
02.Samba costanera (3:30)
03.Jenny (3:10)
04.Maiden voyage (6:08)
05.Providencia 12 hrs. (5:10)
06.Paquito (4:04)
07.El viaje (3:02)
08.Um A´ lla (5:20)
Total Time: 36:11

MEMBROS:
Guillermo Riffo-Vibrafone e direção
Guillermo Olivares-Teclados
Sandro Salvatti-Sax Alto
Sergio Melli-Bateria
William Miño-Baixo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo !
Comente, opine, se expresse! esse espaço é seu!

Total de visualizações de página