Expandir Player



Sua enciclopédia de rock progressivo

Participe tornando-se um seguidor

Receba atualizações via e-mail


Não temos links de downloads

Algaravia, Heavy Prog, Brazil

Banda de Rock progressivo do Brasil formada em 1995.
Se King Crimson tivesse feito este álbum, teria sido elogiada como um dos seus melhores nos últimos anos. Definitivamente. Mas desde que foi emitido por uma banda desconhecida de rock progressivo do Brasil, ele será reconhecido apenas por um pequeno grupo de pessoas que tiveram a sorte de prestar atenção suficiente ao seu conteúdo.
Minha primeira
impressão depois de ouvir foi positiva, mas longe de ter vontade de repetir a escuta. De alguma forma, eu escutei uma vez mais com meus amigos e todos nós concordamos que o álbum está longe de ser apenas um bom álbum de rock prog. A partir desse momento eu voltava para o álbum como, possivelmente, a mais agradável surpresa em um último par de meses. A música é triste o suficiente para atrair os fãs de Anekdoten mas também dinâmica e alerta para ser aceitável para aqueles que preferem Al Di Meola e RTF. Mais de 75 minutos de virtuosismo musical com desenvolvimentos complexos do tema e humor. Especial atenção deve ser dada ao trabalho de guitarra de Sidney Jaires e fundo de percussão do grande Vladimir Ricardo. Breve e Interminável não deve ser o último esforço de Algaravia. 
"A banda teve início da transformação natural de uma banda de Heavy Metal existente na cena musical do Estado de Recife no Brasil, a "Fire Worshipers". Esta banda contava com "Fred" Herbaud na guitarra e voz, Jean-Jacques Herbaud no baixo e uma infindável lista de bateristas que terminava com Albert Pimenta. Com a evolução musical da Fire Worshipers, tornou-se necessária a adição de mais músicos para que se executassem as idéias que já não cabiam em um (power) trio. Sendo assim resolveram convidar um "rato" de estúdio (que só ía assistir os ensaios ) para executar uma segunda linha de guitarra que na maioria das vezes era antagônica, não na harmonização, mas na divisão rítmica, o que despertaria a atenção de alguns fãs. Em sequência, surgiu a necessidade de um percussionista. Assim foi feito. Iniciava-se a Algaravia, literalmente."

Breve e Interminável 1996
FAIXAS:
1. Crimsoniana 
2. Lamento 
3. Variações Sobre Tema Nenhum 
4. Cellula Mater 
5. Crisálida 
6. Mosaico 
7. Quimera 
8. Bebop Blues 
9. Iluminância 

MEMBROS:
Fred Herbaud - guitars, teclados, Vocals
Sidney Jaires - guitars, Violin
Jean-Jacques Herbaud - bass
Vladimir Ricardo - Percussion
Albert Pimenta - drums

Um comentário:

Seu comentário é sempre bem vindo !
Comente, opine, se expresse! esse espaço é seu!

Total de visualizações de página